HISTÓRIA |A resistência final de Salvador Allende

SF | 12 setembro 2020 | Por ocasião de mais um aniversário do “Golpe de Pinochet, no Chile 11 de setembro de 1973” divulgamos um dos muitos registos ou documentários sobre os acontecimentos, no caso uma produção da Télé-Quebec e da France 3.

Na madrugada de 11 de setembro de 1973, o telefone tocou na residência presidencial do Chile trazendo uma notícia que mudaria para sempre a história de um povo: as forças navais chilenas tinham se levantado em Valparaíso.

Poucas horas mais tarde, todo o poderio militar exigiria que o presidente deixasse o cargo. O golpe era um fato. Três anos antes, Salvador Allende, o candidato da União do Povo, ganhou a eleição do primeiro regime socialista da América Latina eleito democraticamente à presidência. Mas nem toda a sociedade chilena comemorou a vitória. As associações de extrema-direita, alinhadas com as principais potências mundiais e apoiadas principalmente pelos EUA, se uniram para derrubar o governo Allende.

As últimas palavras de Salvador Allende dedicadas ao seu povo, as imagens angustiantes do bombardeio militar, as ordens severas dadas pelo ditador Augusto Pinochet e o depoimento de sobreviventes que acompanharam o presidente até o último minuto de sua vida, mostram vividamente os acontecimentos daquele 11 de setembro de 1973, dia em que o povo chileno começou a viver uma ditadura longa e sangrenta.

O documentário foi produzido pela produtora canadense Télé-Québec e francesa France 3 e descreve o que aconteceu no Palácio de La Moneda durante as longas horas de resistência. .

Título Original: El último combate de Salvador Allende . Director: Patricio Henríquez . Ano de produção: 1998