PATY | Grenoble, touche pas à ma liberté d´expression!

SEM FRONTEIRAS | 19 de outubro 2020 | Samuel Paty | A indignação, perante o ato bárbaro que foi o assassinato de Samuel Paty, teve inúmeros palcos e os gritos de revolta fizeram-se ouvir nos quatro cantos do hexágono. Manuel Branco relatou-nos os acontecimentos em Grenoble através, principalmente, da sua máquina fotográfica.

por Manuel Branco

Grenoble prestou homenagem ao professor Samuel. Cerca de 2000 pessoas quiseram afirmar a solidariedade mas também a necessidade de continuar a luta pela liberdade, pela democracia e pelo direito de se ter opiniões diferentes e de as defender.

Não é por acaso que atacaram e mataram em 2015 os jornalistas do Charlie Hebdo e o Bataclan. Agora foi o ensino da cidadania e um professor. Os fascistas sempre tiveram muito medo da liberdade de expressão e da luminosidade. Para eles, a escuridão e o obscurantismo, são o terreno mais favorável para os objetivos que prosseguem.

Imagens da concentração de Grenoble

Imagens Manuel Branco | Canal Youtube Sem Fronteiras