ACOLHIMENTO | Aahrus não se ficou pelos ecos do passado

SEM FRONTEIRAS | 27 de outubro 2020 | Projeto #ECOS | Aahrus – Dinamarca| A DOKK1, Biblioteca Central de Aarhus que assume o caráter de Serviço ao Cidadão, localizada no Porto de Aarhus, acolheu no passado dia 26 de outubro uma conferência organizada no âmbito do projeto #ECOS cujo tema central foi o ACOLHIMENTO de exilados, imigrantes, desertores e refugiados nos anos 60-70 e também no contexto atual.

Ana Vera foi uma anfitriã quase informal da sessão que aliás dispensava grandes introduções e enquadramentos e apresentou os objetivos inserindo-os no plano do projeto europeu apoiado pelo Programa Europa para os Cidadãos.

A professora da Universidade de Copenhaga adiantou que as condições de realização do evento não eram as melhores mas destacou o facto de estarem a assistir online outros participante, nomeadamente de Portugal.

O programa da sessão contemplou, numa primeira parte, a apresentação de um documentário ainda inacabado, produzido e realizado pelo projeto #ECOS, Contrariar silêncios, que relata a história de 3 portugueses exilados na Dinamarca. Depois da exibição houve debate.

Na reta final, no seguimento de uma abordagem por parte de Rui Monteiro à política e à prática da Dinamarca no acolhimento de imigrantes, exilados e refugiados nos tempos que correm, uma Mesa Redonda animada por Britten Thomsen teve lugar para dar vida ao tema “Exiles past and future”.

Imagens do evento na Dokk1