CITAC, teatro para toda a gente

I – REVISITAR EXPERIÊNCIAS | Teatro Universitário – COIMBRA (2)

O CITAC

ESTADO DE EXCEÇÃO

SINOPSE Estado de Excepção é um documentário sobre o CITAC (Círculo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra), um grupo de teatro universitário, revelando a História desde que é constituído em 1956 até ao rescaldo da revolução de 1974. É a história do grupo de teatro universitário e, através dela, da história do teatro, revelando duas décadas marcantes da História de Portugal. Através da Academia de Coimbra, o documentário reproduz a vida estudantil, a posição da mulher na sociedade, e a mudança de mentalidades de ser e estar no mundo. Reproduz a censura existente e a luta contra a ditadura, a resistência a um regime que se esgotava, bem como as contradições emergentes da revolução democrática. O CITAC tem uma herança de 50 anos de vivências em Coimbra. Transporta consigo a possibilidade da formação teatral e cívica de corpos pensantes, constituindo um novelo próprio de um modelo possível, geração em geração, entre os estudos, o teatro, e o drama social. Antes da revolução democrática e através do teatro resistem, escapando às tentativas do governo erradicar os princípios democráticos dentro dos vários grupos da Associação Académica. Depois da revolução, este ethos aparece na crítica e radicalismo, confrontando as possibilidades democráticas e do Estado em construção, e questionando-o através da performance. O CITAC transporta consigo a história de um país que ainda hoje se procura esclarecer, esse povo que parece incapaz de se inscrever, essa lacuna na consciência que trabalha no nevoeiro como o de José Gil. Mas porque se quer inscrita, esta história, constitui-se como excepção ao comum entrevar da vida portuguesa, um ethos que se mantém até aos nossos dias. O CITAC torna-se assim uma janela aberta para o mundo. Projecto feito no âmbito de uma investigação para Doutoramento no ISCTE-IUL, Lisboa, patrocinado com uma bolsa da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

Conhecer o TEUC

Página no Facebook

TEUC

“Um dia de Raiva” é uma produção do TEUC, com encenação de Nuno Pino Custódio. A peça foi vista no Teatro de Bolso, em Coimbra.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*