Tudo começou no café da Fina, perto da Cidade Universitária (8)

O TEATRO E O COMBATE Á EXTREM-DIREITA

REVISITAR EXPERIÊNCIAS | O Teatro e o combate à extrema-direita (8)

Teatro de Gentilly – Como apareceu o Grupo de Teatro (1)

O grupo de teatro surgiu numa fase de amadurecimento da associação e acabou por reforçar a sua coesão apesar de ter criado algumas clivagens com setores muito minoritários que se dedicavam exclusivamente ao futebol. O grande mérito do processo de constituição do Grupo foi o envolvimento de jovens, rapazes e raparigas que queriam fazer algo de diferente dos pais.

O clube foi criado no dia 13 de junho de 1968. A participação de alguns na ocupação da Casa de Portugal na Cité Universitaire, que se situava a dois passos do Café da Fina, e os dias de paragem derivados das greves foram a mola impulsionadora de uma decisão que já tardava: criar um clube que facilitasse a organização dos jogos de futebol e que servisse para juntar os portugueses da localidade.

Um clube soixante-huitard

O clube de futebol já funcionava informalmente. Jogava-se ao fim-de-semana no campo de futebol debaixo da ponte da auto-estrada. Começaram a aparecer novos elementos e com eles alguns convites para jogos noutras terras. No final dos jogos o ajuntamento no Café da Fina, para umas cervejas e boas conversas, estava sempre garantido. Foi nos fundos do café que a decisão assumiu forma prática e foram nomeados os primeiros diretores.

Uma equipa de futebol, com padre e tudo

Na equipa de futebol jogava um padre operário (na foto em baixo na extrema-direita da foto) que mais tarde, em Portugal depois do 25 de abril, viria a ser o dirigente nacional da LOC – Liga Operária Católica. Nas traseiras do presbitério arranjou umas instalações que serviam para acolher temporariamente portugueses em situação de imigração isolada e também para o próprio clube entretanto organizado em bases associativas e membro da FASTI – Federação das Associações dos Trabalhadores Imigrados.

A associação, nestas novas condições, desenvolveu um Plano de Atividades que contemplava iniciativas festivas e culturais para além das desportivas.

Biblioteca e teatro

Uma biblioteca com livros portugueses e franceses começou a ganhar forma. Aulas de alfabetização tiveram início. E foram organizados passeios (excursões) a várias localidades com destaque para localidades do litoral com mar.

Em Trouville

As iniciativas passavam também por realizações ao ar livre que proporcionavam momentos de festa e de boa disposição. As figuras típicas de algumas localidades portuguesas eram recordadas e tendencialmente o humor e a música estavam presentes.

Nestas circunstâncias de ampliação das atividades foram criadas as condições para organizar um Grupo de Teatro. O grupo foi constituído quase exclusivamente por jovens, rapazes e raparigas, e integrava quer jovens jogadores de futebol quer filhos de associados com idade mais avançada.

O Teatro Operário de Paris, com o qual existiam ligações e contactos, assegurou a orientação de toda a vertente técnica e de animação de processo através do Cândido Ferreira. Foi com o seu acompanhamento dedicado e militante que o gripo foi evoluindo e realizado os seus objetivos. Desde logo criar uma peça de raíz que se baseasse na experiência dos próprios membros do grupo.

Cândido Ferreira, ator, encenador que faleceu recentemente

Foto © Correio da Manhã

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*